quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Membros de igreja chinesa são agredidos


Membros idosos de uma igreja com 125 anos de história da China foram espancados e jogados no chão quando eles tentavam parar a demolição do templo da igreja

Promotores imobiliários ganharam a aprovação do governo para demolir a igreja na cidade de Tai’na, apesar de ser uma igreja aprovada pelo governo, membro do Movimento Patriótico da Tríplice Autonomia, e tendo status de proteção por ser considerado um marco histórico do país.

Membros da igreja têm tentando com muito empenho salvar o templo da igreja. Quando as equipes de demolição começaram a ir para demolir a igreja e foram bloqueadas com sucesso, o que causou a suspensão temporária do trabalho das empresas.

Mas, recentemente, uma parede de um dos prédios de igreja foi violentamente derrubada. Os membros idosos da igreja que estavam no local para tentar impedir a destruição do templo foram violentamente espancados.

Em 9 de novembro, a igreja apresentou uma apelação formal para o governo chinês, buscando receber o tratamento legal e adequado com relação a propriedade da igreja. Eles esperam que a demolição seja anulada e que a propriedade da igreja seja devolvida.

Um norte-americano cristão membro de um grupo de direito humanos disse que esse incidente mostra que não são apenas as igrejas não registradas, as famosas “igrejas domésticas”, que sofrem com a perseguição feita pelo governo.

Fonte: Portas Abertas
Postar um comentário