quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Após ser preso e espancado evangelista é liberto no Sudão


O evangelista James Kat, da Igreja Evangélica do Sudão, foi preso na terça-feira (17 de janeiro) pela manhã por policiais. Ele foi espancado enquanto estava sendo levado para a delegacia de polícia da Divisão Norte, disseram as fontes. Ele foi libertado no mesmo dia.

A polícia prendeu James, que mora dentro da propriedade da igreja, porque aparentemente ele estava usando o edifício da igreja como sua moradia. “Eles forçaram ele a ir para a delegacia”, disse uma testemunha.

A prisão aconteceu em meio a crescente perseguição que os cristãos tem sofrido dentro do país por parte das autoridades sudanesas desde que o país se dividiu em julho do ano passado.

Em uma cara para os líderes da Igreja Evangélica Presbiteriana do Sudão (SPEC), as autoridades ameaçaram prender os pastores que realizassem atividades evangelísticas e que não fornecessem as informações sobre os membros de suas igrejas.

Outro líder de igreja foi preso na segunda-feira passada (16 de janeiro) quando a polícia tentou ocupar a força a propriedade da SPEC, que o tribunal concedeu o direito injustamente de os muçulmanos ocuparem o lugar, segundo informações de cristãos.

As autoridades do país estão apoiando pessoas como o empresário muçulmano Osman al Tayeb, que está liderando a ação para possuir a propriedade da igreja. “O governo está tentando se envolver nos assuntos da igreja, apoiando pessoas que são extremistas religiosos”, disse um líder da igreja.

A violência contra os cristãos tem crescido assustadoramente no Sudão. Ore pelos cristãos que vivem em Cartum, e principalmente pelo pastor que foi preso na semana passada. Ore para que o Senhor dê ânimo para que eles continuem a caminhada que Deus preparou para eles.


Fonte: Compass Direct

Tradução: Lucas Gregório


Via: portasabertas.org.br
Postar um comentário