segunda-feira, 27 de junho de 2011

Milhões de pessoas participam da Marcha para Jesus em São Paulo


A 19ª Marcha para Jesus reuniu milhões de pessoas na cidade de São Paulo, o evento foi organizado pela Igreja Renascer e teve a participação de vários líderes religiosos como o pastor Jabes Alencar, da Assembleia de Deus do Bom Retiro, o pastor Silas Malafaia da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), o apóstolo Sergio Lopes da Igreja Comunhão Plena e muitos outros.

Mais de 200 caravanas vindas de diversas partes do Brasil chegaram na capital paulista para participar desta festa. A Polícia Militar estima que 1,5 milhão de pessoas estiveram presentes, já a organização diz o número de 5 milhões de pessoas, o mesmo número apresentado por eles no ano passado.

O evento começou às 10h saindo da estação de metrô Tiradentes, na zona norte da capital e seguiu em direção à Praça dos Heróis da Força Expedicionária. De acordo com a organização 10 trios elétricos conduziram os fiéis até a concentração onde aconteceu a apresentação de diversos cantores gospel.

Entre as personalidades políticas que estiveram presentes estava o senador Marcelo Crivella, o deputado Marcelo Aguiar, o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, o senador Magno Malta e outros.

Crivella, Marcelo Aguiar e o pastor Silas Malafaia percorreram todo o percurso da Marcha no trio elétrico principal, comandado pelo apóstolo Estevam Hernandes.

Malafaia discursa contra as decisões do STF

Já na concentração o líder da Advec teve a oportunidade de falar sobre a luta contra projetos como o PL 122 que criminaliza a opinião contrária ao homossexualismo.

“A imprensa tem que saber, se tem governador, presidente, vereador, que é contra a família, não tem nosso voto!” Disse Malafaia que também falou contra a decisão do Supremo Tribunal Federal que aprovou a união estável entre pessoas do mesmo sexo.

Outro assunto abordado pelo pastor foi a decisão do STF de liberar a Marcha da Maconha em favor da liberdade de expressão. “Amanhã se quiserem fazer marcha em favor da pedofilia, vai poder, em favor do craque, vai poder… Mas nós como povo de Deus dizemos Não!”

Por outro lado o presidente da Marcha, o apóstolo Estevam Hernandes preferiu não dar sua opinião sobre esse assunto, ele que já deu apoio à senadora Marta Suplicy, disse em entrevista a Globo que a Marcha não é um evento político. “A marcha não é um evento político. São opiniões pessoais que a gente não tem como controlar”, afirmou.

Magno Malta chegou um pouco mais tarde, ele se apresentou com a banda Tempero do Mundo e reforçou o discurso de Malafaia falando que a liberar a Marcha da Maconha é o dar precedentes para que outras manifestações aconteçam, muitas até fazendo apologias a drogas e violência.

Mais de 20 cantores evangélicos se apresentam na Marcha

Este ano a Marcha para Jesus contou a participação de diversos cantores evangélicos, entre eles Mariana Valadão, André Valadão, Fernanda Brum, Cassiane, Eyshila, Kleber Lucas, Brenda, Ao Cubo, X-Barão, Oficina G3, Regis Danese, Renascer Praise, Tempero do Mundo, Pregador Luo, Waguinho, Banda Baque, Talita Pagliarin, Banda do PA, Chris Duran, Thalles Roberto, Gabriela Rocha e muitos outros.

Fonte: Gospel Prime
Postar um comentário