quinta-feira, 19 de abril de 2012

Protesto na Indonésia reúne centenas de cristãos pedindo por justiça após fechamento de templos no país


Na Indonésia, centenas de cristãos se reuniram para protestar contra a perseguição religiosa e pedir justiça no país. O evento, realizado no dia 15 de abril, foi organizado pela Igreja Yasmin, Igreja Filadélfia HKBP, por ativistas de direitos humanos, além de parlamentares. Uma das principais reivindicações foi a aplicação da lei que garante a liberdade religiosa. Os manifestantes se reuniram em Jakarta, em frente ao Palácio Presidencial, posicionando-se contra a atuação das autoridades que comandaram o fechamento de templos cristãos em algumas regiões. Segundo os manifestantes, grupos radicais islâmicos estariam envolvidos na repressão aos cristãos, já que possuem influência para manipular as leis a favor dos muçulmanos. ONGs e outras entidades defensoras dos direitos humanos se juntaram ao protesto afirmando que a deterioração da liberdade religiosa tem sido crescente. O Conselho Mundial de Igrejas também manifestou seu apoio à causa, através do presidente da instituição, reverendo Sae Nabadan. Mas, mesmo com o protesto, até o momento o Presidente da Indonésia, Ydhoyono, não se posicionou em relação à situação. Alguns ativistas afirmam, inclusive, que o governante estaria protelando tomar alguma medida, já que não quer se posicionar contra os islâmicos, que representam a maioria dos votos e apoio político. A situação tem se agravado tanto que, mesmo com a garantia constitucional de liberdade religiosa, igrejas foram impedidas de usar seus templos e de orar em público. Fonte: Gospel+
Postar um comentário