quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O Trabalho do Jardineiro.


Olá pessoas, tudo bem com vocês? Espero que sim! Quero compartilhar uma experiência que vivi já há algum tempo atrás, onde pude ver a simplicidade de Deus ao usar coisas do meu dia a dia pra falar comigo; Ele sempre fala com a gente, mas será que estamos sensíveis para reconhecer Sua voz e fazer caso dela? Bom, essa experiência foi possível graças à uma senhora muito querida da minha igreja local (cujo nome não vou citar), que pediu minha ajuda para limpar e tirar algumas pedras de um espaço de terreno em sua casa onde ela queria transformar em um jardim. Peguei as ferramentas de trabalho e comecei a limpar. Basicamente o que eu precisava fazer era tirar algumas pedras que estavam cobrindo a terra e algumas ervas daninhas (popularmente conhecidos como mato.. kkk..). Aparentemente havia só um pouco de pedras por cima, mas, conforme eu fui tirando, escavando, escavando e escavando, fui descobrindo pedras e mais pedras que estavam no meio da terra; em algumas outras partes parecia que tinham algumas poucas pedras por cima. Mas não! Mais surpresas. Quando tirei as pedras e a terra que havia por cima, fui descobrindo umas camadas de cimento que estava cobrindo a terra que seria preparada pra virar jardim. Passei um tempo ali fazendo força pra quebrar aquele cimento. Depois de quebrado fui removendo aos poucos, a poeira ia subindo e a o cimento seco se misturava com a terra. Meu Deus, que trabalhão!! E o que eu pensava ser fácil de fazer tornou-se bem trabalhoso. Algumas pedrinhas eram detalhes tão pequenos, mas estava cheio delas, e como era chato ter que ir tirando elas de modo que eu não ferisse tanto o solo e tirasse mais terra que o necessário. Pensei que seria rápido, mas não consegui terminar a metade do trabalho e tive de voltar mais duas ou três vezes pra terminar. Este sou eu: um pedaço de terra cheio de pedras, mato seco, ervas daninhas, pedras grandes e pequenas escondidas no solo, camadas de cimento que precisam de força, tempo e um pouco de violência pra serem quebradas e, depois de quebradas precisam ser recolhidas, e levanta poeira, mistura com a terra.. dá mais trabalho! E às vezes acho que alguns processos serão bem rápidos, mas precisam de muito tempo a sós do Jardineiro trabalhando na terra, tirando os pequenos detalhes que tornam aquela terra inapropriada pra gerar frutos e se tornar um jardim. As pedras, as ervas daninhas, o cimento e a sujeira podem representar tantas coisas que nos atrapalham e que precisam da mão do Espírito Santo, nosso Jardineiro, pra que sejam tiradas. Maus pensamentos, sentimentos e emoções que não foram curadas, deformidades no nosso caráter, uma visão deturpada das coisas e das pessoas; coisas que nos tornam uma terra inapropriada para dar frutos e flores. O processo do Jardineiro tratando a terra vai mexer com nossas estruturas, destruir e construir coisas, arrancar e plantar novas sementes. E quando o terreno pedregoso começar a parecer um jardim, lembraremos que toda a beleza do jardim, os frutos, as rosas, a saúde do solo, todas essas coisas foram por causa do trabalho do Jardineiro. A única coisa que a terra faz é se entregar pra essa obra.
Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus. Filipenses 1:6
Toda a glória ao Jardineiro.
Postar um comentário